Esaú e Raquel sem a letra ‘e’, por Fulgêncio, o mitógrafo

tradução lipogramática do Livro V da De aetatibus mundi et hominis

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24277/classica.v34i1.889

Palavras-chave:

Bíblia Sagrada , Fulgêncio , Antiguidade Tardia , lipograma , escrita constrangida

Resumo

Esta é a primeira tradução lipogramática do Livro V da De aetatibus mundi et hominis, o mais antigo lipograma atestável. Essa composição é atribuída a Fábio Plancíades Fulgêncio, mais conhecido como Mitógrafo, que seria um escritor africano pertencente à Antiguidade Tardia, tendo vivido entre os séculos V e VI. Note-se, ainda, que o texto tradutório proposto é realizado a partir da edição crítica estabelecida pelo filólogo latinista Rudolf Helm (1898). Nesta quinta seção da obra, Fulgêncio condena o pecado da inveja descrevendo poeticamente as narrativas bíblicas dos irmãos Esaú e Jacó e das irmãs Lia e Raquel sem empregar unidades lexicais que apresentem a letra ‘e’, o que foi mantido em nosso texto de chegada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristóvão Santos Júnior, Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Universidade do Estado da Bahia (UNEB).

Classicista, medievalista, jurista e poeta. É doutor e mestre em Literatura e Cultura pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e mestrando em Estudo de Linguagens pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB).

Referências

A BÍBLIA Sagrada. Tradução de João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil. 2 ed. Barueri: Sociedade Bíblica do Brasil, 1999.

AGOZZINO, Tullio. Secretum quaerere veritatis. Virgilio, vates ignarus nella Continentia Virgiliana. In UNIVERSITÀ DEGLI STUDI DI CATANIA. Studi classici in onere di Quintino Cataudella III. Catania: Università di Catania, Facoltà di Lettere e Filosofia, 1972, p. 615-630.

ALMEIDA, Shirlei. A ‘Expositio Sermonum Antiquorum’, de Fulgêncio, o Mitógrafo: estudo introdutório, tradução e notas. 2018. Dissertação (Mestrado em Literatura e Cultura) – Pós-Graduação em Literatura e Cultura, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2018.

AMARANTE, José. O livro das Mitologias de Fulgêncio: os mitos clássicos e a filosofia moral cristã. Salvador: Edufba, 2019.

BERTINI, Ferruccio. Autori latini in Africa sotto la dominazione vandalica. Genova: Tilgher, 1974.

FULGENTII, Fabii. Opera. Edição de Rudolf Helm. Lipsiae: Teubner, 1898.

HAYS, Gregory. The Date and Identity of the Mythographer Fulgentius. The Journal of Medieval Latin, n. 13, p. 163-252, 2003. doi: https://doi.org/10.1484/J.JML.2.304196

HAYS, Gregory. A World Without Letters: Fulgentius and the De aetatibus mundi et hominis. The Journal of Medieval Latin, v. 29, p. 303-339, 2019. doi: https://doi.org/10.1484/J.JML.5.118578

MANCA, Massimo. Le età del mondo e dell’uomo. Allesandria: Edizioni dell’Orso, 2003.

MATTIACCI, Silvia. ‘Divertissements’ poetici tardoantichi: i versi di Fulgenzio Mitografo. Paideia, v. 57, p. 252-280, 2002.

MOREIRA, Raul. A “Exposição dos conteúdos de Virgílio”, de Fulgêncio: estudo introdutório e tradução anotada. 2018. Dissertação (Mestrado em Literatura e Cultura) – Pós-Graduação em Literatura e Cultura, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2018.

OULIPO. La littérature potentielle: Créations, Re-créations, Récréations. Paris: Gallimard, 1973.

PEREC, Georges. La Disparition. Paris: Denoël, 1969.

PEREC, Georges. O sumiço. Tradução de Zéfere. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

PIZZANI, Ubaldo. Fulgenzi: definizione di parole antiche. Roma: Ateneo, 1968.

ROSA, Fabio. Fulgenzio: Commento all’Eneida. Milano: F. R., 1997.

SANTOS JÚNIOR, Cristóvão. Rastros da tradição literária experimental. Estudos linguísticos e literários, n. 62, p. 130-147, 2019. doi: https://doi.org/10.9771/ell.v0i62.30441.

SANTOS JÚNIOR, Cristóvão. O problema da transmissão textual entre os dois Fulgêncios. Tabuleiro de Letras, v. 13, p. 208-226, 2019. doi: https://doi.org/10.35499/tl.v13i2.6976.

SANTOS JÚNIOR, Cristóvão. Refletindo a fenomenologia de uma tradução lipogramática da De aetatibus mundi et hominis. Percursos linguísticos, v. 9, p. 101-119, 2019. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/percursos/article/view/26875.

SANTOS JÚNIOR, Cristóvão. Traduzindo o quarto Livro do lipograma fulgenciano. A Palo Seco, n. 12, p. 90-94, 2019. Disponível em: https://seer.ufs.br/index.php/apaloseco/article/view/12956.

SANTOS JÚNIOR, Cristóvão. Fulgêncio sem a letra ‘c’: tradução do Livro III do lipograma De aetatibus mundi et hominis. Belas Infiéis, v. 9, n. 1, p. 243-249, 2020. doi: https://doi.org/10.26512/belasinfieis.v9.n1.2020.26021.

SANTOS JÚNIOR, Cristóvão. A vida de Jesus Cristo sem a letra ‘m’: tradução do Livro XII do lipograma De aetatibus mundi et hominis. PhaoS, n. 20, p. 1-8, 2020. doi: https://doi.org/10.34019/2318-3446.2020.v8.27256.

SANTOS JÚNIOR, Cristóvão; AMARANTE, José. Elementos da tradição palindrômica antiga. Afluente, v. 4, p. 195-213, 2019. Disponível em: http://www.periodicoseletronicos.ufma.br/index.php/afluente/article/view/12287.

SANTOS, Marcos Martinho. Les références aux Mythologies de Fulgence dans la Généalogie des dieux païens de Boccace. In CASANOVA-ROBIN, H.; LONGO, S. G.; LA BRASCA, F. Boccace humaniste latin. Paris: Classiques Garnier, 2016, p. 251-280.

TERTULIANO. El Alma. Tradução de Salvador Vicastillo. Madrid: Ciudad Nueva, 2016.

VALERO MORENO, Juan Miguel. La Expositio Virgilianae de Fulgencio: poética y hermenéutica. Revista de poética medieval, v. 15, p. 112-192, 2005.

VENUTI, Martina. Il prologo delle Mythologiae di Fulgenzio: Analisi, traduzioni, commento. 2009. Tese (Doutorado em Letras Clássicas) − Università degli Studi di Parma, Parma, 2009.

VENUTI, Martina. Il prologus delle Mythologiae di Fulgenzio. Introduzione, testo critico, traduzione e commento. Napoli: Paolo Loffredo Iniziative Editoriali s.r.l., 2018.

WHITBREAD, Leslie. Fulgentius, The Mithographer. Ohio: State University Press, 1971.

WOLFF, Étienne; DAIN, Philippe. Fulgence, Mythologies. Villeneuve d’Ascq: Septentrion Presses Universitaires, 2013.

WOLFF, Étienne. Fulgence, Virgile dévoilé. Villeneuve-d’Ascq: Presses Universitaires du Septentrion, 2009.

Downloads

Publicado

27-04-2021

Como Citar

Santos Júnior, C. (2021). Esaú e Raquel sem a letra ‘e’, por Fulgêncio, o mitógrafo: tradução lipogramática do Livro V da De aetatibus mundi et hominis. Classica - Revista Brasileira De Estudos Clássicos, 34(1), 315–324. https://doi.org/10.24277/classica.v34i1.889

Edição

Seção

Traduções