Pompée et trois comparaisons épiques chez Lucain: éléments érotiques et dialogisme

Autores

  • Alessandro Rolim de Moura Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.24277/classica.v27i1.95

Palavras-chave:

Lucano, Pompeu, comparações com animais, erotismo, dialogismo.

Resumo

Este artigo trata das comparações com animais empregadas por Lucano para descrever Pompeu ou os pompeianos em três passagens da Guerra Civil (1.327-9, 2.601-7 e 4.237-42). De­fendo a tese de que esses símiles estão fortemente relaciona­dos entre si, bem como a ideia de que pelo menos dois deles possuem elementos que apontam para uma significativa ima­gética erótica. Essas insinuações de caráter sexual são geradas principalmente (mas não apenas) pela presença de conexões intertextuais (especialmente com Vergílio). Também preten­do mostrar que os símiles trazem à tona as limitações de Pom­peu, associando a personagem ou seus seguidores a indícios de violência irracional. As motivações de tal violência, sugere Lucano, têm um lado sexual. O tratamento dado aos sími­les por Lucano é inteiramente dialógico: os diferentes símiles provêm de diferentes vozes e/ou situações, remetem-se uns aos outros por meio de uma série de paralelos às vezes bastante notáveis e oferecem visões contrastantes ou complementares do mesmo assunto. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2014-11-03

Como Citar

Rolim de Moura, A. (2014). Pompée et trois comparaisons épiques chez Lucain: éléments érotiques et dialogisme. Classica - Revista Brasileira De Estudos Clássicos, 27(1), 55–74. https://doi.org/10.24277/classica.v27i1.95

Edição

Seção

Artigos