Acerca de "bóe oínope" em Ilíada XIII, 703

Tereza Virginia Ribeiro Barbosa

Resumo


O objetivo deste artigo é especular a respeito do significado do termo “oínope” in Il.XIII, 703. Proponho um novo significado a partir de um estudo da relação entre oînos, póntos e boûs no texto homérico.


Palavras-chave


Homero; nomes de cor.

Texto completo:

PDF

Referências


ARISTÓTELES, Aristotle, Minor Works with an English translation. London: Loeb Classical Library, 1955.

HOMERO. The Iliad of Homer. London: Macmillan Education Limited, 1984.

HOMERO. Odyssey. London: Macmillan Education Press, 1987, 1988.

ODISSÉIA. Trad. Jaime Bruna. São Paulo: Cultrix, [s.d.].

HOWELL, E. B. The meaning of oínopa. Greece & Rome, v. 24, p. 86 sgg, 1956.

GIL, L. A vida cotidiana. In: ADRADOS, F. R.; FERNANDEZ-GALINO, R.; VEGA, L. Introducción a Homero. Barcelona: Labor; Punto Omega, 1984.




DOI: https://doi.org/10.24277/classica.v0i0.808

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Tereza Virginia Ribeiro Barbosa

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 Classica está licenciada sob a Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional