Sete falhas fatais na tentativa de derivar o Dátilo Hexâmetro da cola eólica

Autores

  • A. P. David Pesquisador independente

DOI:

https://doi.org/10.14195/2176-6436_25_6

Palavras-chave:

Dátilo Hexâmetro, Cola Eólica, Metro grego, Cesura, Dança grega.

Resumo

A tentativa de M.L West de desconsiderar e desacreditar meu livro em resenha é aqui respondida no que é necessário e fático. Segue-se então uma crítica de propostas de se encontrar a origem do Hexâmetro datílico a partir de pequenas e tardias frases métricas líricas. Essa abordagem tornou-se uma ortodoxia, captaneada por West e G. Nagy.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

DAVID, A. P. The Dance of The Muses. Choral Theory and Ancient Greek Poetics. Oxford: Oxford University Press, 2006.

WEST, M. The Dance of the Muses. Choral Theory and Ancient Greek Poetics by A. P. DAVID. Journal of Hellenic Studies, v. 128, p. 182-183, 2008.

Downloads

Publicado

2012-07-04

Como Citar

David, A. P. (2012). Sete falhas fatais na tentativa de derivar o Dátilo Hexâmetro da cola eólica. Classica - Revista Brasileira De Estudos Clássicos, 25(1/2), 101–124. https://doi.org/10.14195/2176-6436_25_6

Edição

Seção

Dossiê Temático