As dimensões sociais dos costumes funerários entre os micênios: os círculos tumulares A e B de Micenas

Ana Claudia Torralvo

Resumo


O Linear B é a escrita micênica e comprovadamante a forma mais antiga conhecida de registro da língua grega. Contudo, é representada apenas por arquivos palacias, registros burocráticos de transações comerciais. Muito pouco é conhecido da sociedade que construiu as poderosas muralhas de Micenas e Tirinto (Argólida) e o grande palácio de Pilos (Messênia). Este artigo trata do período de formação dessa sociedade já que os Círculos Tumulares de Micenas são praticamente os únicos vestígios desse período. Analisando as estruturas fimerárias e seu mobiliário nos é possível detectar pistas que nos ajudam a formular novas hipóteses. Estas novas hipóteses, por sua vez são vistas através de um prisma arqueológico e antropológico que nos revelam aspectos muito mais concretos de uma civilização conhecida somente através de seus restos materiais.


Palavras-chave


arqueologia micênica; abordagem antropológica; ideologia da morte.

Texto completo:

PDF

Referências


DICKINSON, O. T. P. K. The shaft graves and mycenaean origins. Institute of Classical Studies Bulletin, n. 19, p. 146-147, 1972.

GATES, Ch. Rethinking the building history of grave circle A at Mycenae. American of Archaeology, n. 89, p. 263-274, 1985.

HOOKER. J. C. Mycenaean Greece. Londres: Routledge & Kegan Paul, 1976.

HOPE SIMPSON, R. Mycenaean Greece. Nova Jersey: Noyes Press, 1981.

MEE, C. B.; CAVANAGH, W. G. Mycenaean tombs and social organization. Oxford Journal of Archaeology, n. 45, p. 45•64, 1964.

MYLONAS, G. E. The cemeteries of Eleusis and Mycenae. In: Proceedings of the American Philosophical Society, v. 99, p. 57-67, 1955.

PELON, O. Tholoi; tumuli et cercles funeraires. Paris: De Boccard, 1976.

TORRALVO, A. C. Os costumes funerários e a sociedade micênica: o exemplo da Planície de Aragos. Inédito.

TREUIL, R.; DARCQUE, P.; POURSAT, J.; C., TOUCHAIS, G. (dir.). Les civilisations du Néolithique et de l’Age du Bronze. Paris: Presses Univers. de France, 1989. (Nouvelle Clio 1 ter)

WRIGHT, J. C. Umpiring the mycenaean empire. Temple University Aegean Symposlum, n. 9, p. 58-70, 1984.




DOI: https://doi.org/10.24277/classica.v0i0.784

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Ana Claudia Torralvo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 Classica está licenciada sob a Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional