A questão fundiária e a conjuntura ateniense do Governo Oligárquico de 411 a. C.

Autores

  • André Leonardo Chevitarese Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.24277/classica.v0i0.774

Palavras-chave:

Atenas, oligarquia, questão fundiária.

Resumo

Este artigo analisa, através da documentação textual, a ocorrência ou não de confiscações de propriedades em Atenas durante o governo oligárquico de 411 a. C.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ADRADOS, F. R. La Democracia Ateniense. Madrid: Alianza, 1983.

ANDOCIDE. Discours. Paris: Belles Lettres, 1966.

ARISTOPHANE. Lysístrata. Paris: Belles Lettres, 1973.

DIODORUS SICULUS. The Library of History. Cambridge: Loeb, 1970.

FINLEY, M. I. A Política do Mundo Antigo. Trad. A. Cabral. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.

MOSSÉ, C. As Instituições Gregas. Trad. A. M. O. Diogo. Lisboa: Edições 70, 1985.

P. ARISTOTE. Constitution D’Athenes. Paris: Belles Lettres, 1985.

PLUTARCO. Biografos Griegos. Madrid: Aguilar, 1973.

SINCLAIR, R. K. Democracy and Participation in Athens. Cambridge: Cambridge Univ. Press, 1989. •

STOCKTON, D. The Classical Athenian Democracy. Oxford: Oxford Univ. Press, 1990.

THUCYDIDE. Histoire de la Guerre du Peloponese. Paris: Ed. Gamier-Flammarion, 1966. 2 v.

XENOPHON. Helleniques. Paris: Belles Lettres, 1973.

Downloads

Publicado

13-12-1993

Como Citar

Chevitarese, A. L. (1993). A questão fundiária e a conjuntura ateniense do Governo Oligárquico de 411 a. C. Classica - Revista Brasileira De Estudos Clássicos, 191–198. https://doi.org/10.24277/classica.v0i0.774

Edição

Seção

Artigos