Adequação, formas e função de coisas e nomes no Crátilo de Platão

Celso Oliveira Vireira

Resumo


O artigo apresenta uma tentativa de compreender o estatuto dos nomes no Crátilo a partir da concepção ontológica que serviria como pano de fundo da discussão. Assim, assumindo a presença em algum grau da Teoria das Formas, primeiro se realiza uma esquematização da ontologia das coisas no esforço de coordenar termos caros à ?loso?a de Platão como essência e Forma. Após o estabelecimento do papel da essência e Forma relativo às coisas vem a tentativa de comprovar sua correspondência no que concerne aos nomes. Esta tentativa gera uma possibilidade de entender as relações entre nomes e coisas a partir de suas funções (quando estes realizam suas essências) e de sua ligação com as Formas. Isto permite determinar a função dos nomes que seria meramente de referir. Assim, em vista deste funcionamento, se justi?ca o invalidamento dos nomes na busca pelo conhecimento que aparece no ?nal aporético do diálogo.


Palavras-chave


Crátilo; Teoria das Formas; Função dos nomes; Ontologia; Linguagem

Texto completo:

PDF

Referências


BAMBROUGH, R. (Ed.). New essays on Plato and Aristotle. London: Routledge & Kegan Paul, 1965.

BARNEY, R. Names and Nature in Plato’s Cratylus. Londres, 2001.

BESTOR, T. W. Plato’s Semantics and Plato’s Cratylus. Phronesis, v. 25, p. 306-330, 1980.

CALVERT, B. Forms and Flux in Plato’s Cratylus. Phronesis, v. 15, p. 26-47, 1970.

FINE, G. Plato on Naming. Philosophical Quarterly, v. 27, p. 290-301, 1977.

GOLD, J. The Ambiguity of Name in Plato’s Cratylus. Philosophical Studies, v. 34, p. 223-251, 1978.

KETCHUM, R. Names, Forms and Conventionalism. Phronesis, v. 24, p. 133-147, 1979.

LUCE, J. V. Plato on the Truth and Falsity of Names. Classical Quarterly, v. 19, p. 222-232, 1969.

LUCE, J. V. The Theory of Ideas in the Cratylus. Phronesis, v. 10, n. 2, p. 21-36, 1965.

LUTOSLAWSKI, W. Origin of Plato’s Logic. Longmans, Green and Co., 1897.

ROBINSON, R. A Criticism of Plato’s Cratylus. The Philosophical Review, v. 65, n. 3, p. 324-334, 1956.

SEDLEY, D. The Midwife of Platonism: Text and Subtext in Plato’s Theaetetus. Oxford: Oxford University Press, 2002.

THOMAS, C. Inquiry Without Names in Plato’s Cratylus. Journal of the History of Philosophy, v. 46, n. 3, p. 341-364, 2008.

THOMAS, C. Inquiry Without Names in Plato’s Cratylus. Journal of the History of Philosophy, v. 46, n. 3, 2008.




DOI: https://doi.org/10.14195/2176-6436_25_2

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2013 Celso Oliveira Vireira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 Classica está licenciada sob a Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional