Gallis Magis quam romanis similes: os irmãos Fábios e o trágico destino de Roma (Lívio, Ab Urbe Cond., v, 35-39)

Priscilla Adriane Ferreira Almeida

Resumo


Este artigo pretende analisar o papel desempenhado pelos irmãos Fábios em Lívio, V, 35-39, e como a conduta deles de alguma forma contribuiu para o trágico destino de Roma, que foi saqueada pelos gauleses. Entre os capítulos V, 35-36, Lívio narrou o ataque gaulês à cidade de Clúsio. Os romanos, chamados para ajudar, enviaram os irmãos Fábios como emissários, a fim de tentar um acordo de paz com os invasores. Essa tentativa, contudo, tornou-se um grande fracasso, já que os Fábios desrespeitaram o direito das nações e atacaram os gauleses. Levando em consideração essa terrível atitude praticada pelos Fábios e o iminente saque de Roma dentro da narrativa liviana, este artigo analisa o papel da Fortuna (sorte) nos acontecimentos descritos em Lívio, V, 36-39. Além disso, discute-se a conduta desonrosa dos romanos, entre V, 37-38, que culminou na derrota deles, próximo ao rio Ália. Por fim, esse artigo examina a maneira como Lívio desenvolveu cada episódio em V, 39 como uma reconquista da virtude romana, com exemplos de coragem do povo romano e respeito aos deuses, outrora desprezados. São realizados ainda um estudo dos elementos retóricos e literários empregados por Lívio para caracterizar romanos e gauleses e retratar os fatos ocorridos, bem como a análise de alguns conceitos-chave, como fides, pietas, concordia e mos maiorum.


Palavras-chave


Lívio; saque de Roma; retórica; moral; Fortuna.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Priscilla Adriane Ferreira. Os gauleses em César, Tito Lívio e Plínio, o Velho: sobre a retórica da representação do outro e a construção do si. 2018. 161 f. Tese (Doutorado em Estudos Literários) – Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2018.

ANDRÉ, Jean-Marie; HUS, Alain. L’Histoire à Rome: historiens et biographes dans la littérature latine. Paris: Presses Universitaires de France, 1974.

CHAPLIN, Jane D. Livy’s exemplary history. Oxford: Oxford University Press, 2000.

CONTE, Gian Biagio. Latin Literature: a history. Trad. Joseph B. Solodow. Baltimore: Johns Hopkins University Press, 1999.

FUNARI, Pedro Paulo A.; GARRAFFONI, Renata Senna. Historiografia: Salústio, Tito Lívio e Tácito. Campinas: Ed. Unicamp, 2016.

HARTOG, François. Memória de Ulisses: narrativas sobre a fronteira na Grécia antiga. Tradução de Jacyntho Lins Brandão. 2. ed. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014.

HARTOG, François. O espelho de Heródoto: ensaio sobre a representação do outro. Tradução de Jacyntho Lins Brandão. Belo Horizonte: UFMG, 1999.

LUCE, T. J. Livy: the composition of his history. Princeton: Princeton University Press, 1977.

MARQUES, Juliana Bastos. O Capitólio como representação de Roma em Tito Lívio e Tácito. Calíope: presença clássica, n. 13, p. 94-109, 2005.

MARQUES, Juliana Bastos. Tradição e renovações da identidade romana em Tito Lívio e Tácito. 2007. 250 f. Tese (Doutorado em História Social) – Departamento de História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

MARTIN, René; GAILLARD, Jacques. Les genres littéraires à Rome. Paris: Nathan/ Scodel, 1981.

MARTINS, Paulo. Literatura latina. Curitiba: IESDE Brasil, 2009.

OAKLEY, Stephen P. Reading Livy’s Book 5. In: MINEO, Bernard (Ed.). A companion to Livy. Oxford: Wiley-Blackwell, 2015, p. 230-41.

OGILVIE, R. M. A commentary on Livy: books 1-5. Oxford: Clarendon Press, 1965.

PEREIRA, Maria Helena da Rocha. Estudos de história da cultura clássica. 7. ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1993, v. 2.

RANKIN, David. Celts and the classical world. London: Routledge, 1996.

TITE LIVE. Histoire romaine: livre V. Texte établi par Jean Bayet et traduit par Gaston Baillet. Paris: Les Belles Lettres, 1954, t. 5.

USHER, Stephen. The historians of Greece and Rome. London: Bristol Classical, 2001 [1970].




DOI: https://doi.org/10.24277/classica.v32i1.731

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Priscilla Adriane Ferreira Almeida

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 Classica está licenciada sob a Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional