Sete Heróis, Sete Portas – Identidade e simbologia no mito dos “Sete Contra Tebas”

Miguel Carvalho Abrantes

Resumo


Tomando partido das tragédias de Ésquilo e Eurípides sobre o mito dos “Sete contra Tebas”, este artigo procurará investigar a identidade e apresentação dos catorze principais heróis envolvidos na primeira guerra de Tebas, com a intenção de averiguar em que medida um catálogo de heróis como o presente na peça esquiliana poderá ter existido na perdida Tebaida.


Palavras-chave


Tebaida; Sete contra Tebas; Fenícias; catálogo de heróis.

Texto completo:

PDF (Português (Portugal))

Referências


ABRANTES, M. C. Temas do Ciclo Troiano: Contributo para o estudo da tradição mitológica grega. Publicação online: Amazon Digital Services LLC, 2016.

APOLLODORUS. The Library. Trad. J. G. Frazer. Cambridge, Mass: Loeb Classical Library, 1921. v. 1.

BERMAN, D. W. “Seven-Gated” Thebes and Narrative Topography in Aeschylus’ “Seven Against Thebes”. Quaderni Urbinati di Cultura Classica, New Series, v. 71, n. 2, p. 73-100, 2002.

CINGANO, E. I nomi dei Sette a Tebe e degli Epigoni nella tradizione epica, tragica, e iconografica. In: ALONI, A. I Sette a Tebe. Dal mito alla letteratura. Atti del Seminario Internazionale. Torino, Pàtron, 2001. p. 27-62. Disponível em: http://www.academia.edu/8935325/I_nomi_dei_Sette_a_Tebe_e_degli_Epigoni_nella_tradizione_epica_tragica_e_iconografica. Acesso em: 24 out. 2018.

DE PAOLI, B. A cidade e a palavra: considerações sobre Sete contra Tebas. Archai, n. 4, p. 39-43, 2010.

ÉSQUILO. Sete contra Tebas. Tradução de M. Mota. Archai, n.10, p. 145-68, 2013.

EURÍPIDES. As Fenícias. In: SOUSA JUNIOR, W. M. As Fenícias de Eurípides: Estudo e Tradução. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2015.

EVELYN-WHITE, H. G. Hesiod, Homeric Hymns, Epic Cycle, Homerica. Cambridge, Mass: Loeb Classical Library, 1914.

FIALHO, M. C. Z. Sófocles, Édipo em Colono. Coimbra: Liga de Amigos de Conímbriga, 2001.

FITCH, E. The Evidence for the Homeric Thebais. Classical Philology, v. 17, n. 1, p. 37-43, 1922.

GOFF, B. E. The Shields of Phoenissae. Greek, Roman and Byzantine Studies, v. 29, n. 2, p. 135-152, 1988.

HOMERO. Ilíada. Tradução de F. Lourenço. Lisboa: Editora Cotovia, 2012.

MOZLEY, J. H. Statius, Thebaid, Achilleid. Cambridge, Mass: Loeb Classical Library, 1928.

SCHACHTER, A. The Theban Wars. Phoenix, v. 21, n. 1, p. 1-10, 1967.

SILVA, M. F. Etéocles de Fenícias, ecos de um sucesso. Humanitas, v. 45, p. 49-67, 1993.

SINGOR, H. W. The Achaean Wall and the Seven Gates of Thebes, Hermes, v. 120 Bd. H.4, p. 401-411, 1992.

SMYTH, H. W. Aeschylus II: Agamemnon, Libation-Bearers, Eumenides, Fragments. Cambridge, Mass: Loeb Classical Library, 1930.

SOARES, C. A Descrição do Exército em Eurípides. Humanitas, v. 48, p. 61-94, 1996.

TAPLIN, O. Pots & Plays: Interactions between Tragedy and Greek Vase-painting of the Fourth Century B.C. Los Angeles: J. Paul Getty Museum, 2007.

TORRES-GUERRA, J. B. Thebaid. In: FANTUZZI, M. The Greek Epic Cycle and its Ancient Reception. Cambridge: Cambridge University Press, 2015. p. 226-43.

WEST, M. L. Greek Epic Fragments. Cambridge, Mass: Loeb Classical Library, 2003.




DOI: https://doi.org/10.24277/classica.v31i2.730

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Miguel Carvalho Abrantes

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 Classica está licenciada sob a Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional