Do Isaac de João Cassiano ao Isaac de Nínive: processos de incorporação textual na tradição latina

César Nardelli Cambraia

Resumo


A tradição textual da obra de Isaac de Nínive tem como aspecto saliente diferentes casos de incorporação textual (adição de textos de um autor à tradição textual de outro autor). Estudos prévios apresentam como explicação para casos desse tipo a afinidade temática e a contiguidade material, mas a tradição da obra de Isaac de Nínive sugere haver ainda outra motivação pertinente: a semelhança onomástica. No presente estudo analisa-se o processo de incorporação textual de um capítulo das Colações de João Cassiano à tradição textual latina da obra de Isaac de Nínive. A força de atração textual que a obra de Isaac exerceu ao longo de sua tradição decorreria de um movimento de reconstrução do conhecimento acerca do autor.


Palavras-chave


Língua latina; Isaac de Nínive; João Cassiano; Crítica textual.

Texto completo:

PDF

Referências


ALAND, K.; ALAND, B. The text of the new testament: an introduction to critical editions and to the theory and practice of modern textual criticism. 2. ed., rev. and enlarg.. Grand Rapids: Williams B. Eerdmans, 1995.

ALLCHIN, A. M. (Ed.) Selections. English. 1990. Daily readings with St Isaac of Syria. Translated by Sebastian Brock. Springfield, Ill.: Templegate, 1990.

BANDINI, A. M. Catalogus codicum Latinorum Bibliothecae Mediceae Laurentianae. Florentiae: [s. n.], 1774-1777, v. I-IV.

BEDJAN, P. (Ed.) Mar Isaacus Ninivita: de perfectione religiosa. Paris/Leipzig: Otto Harrassowitz, 1909.

BICKELL, G. S. Isaaci Antiocheni, doctoris syriorum, opera omnia. Gissae [Hessen]: J. Rickeri, 1873-1877. 2 v.

BROCK, S. From Qatar to Tokyo, by way of Mar Saba: the translations of Isaac of Beth Qatraye (Isaac the Syrian). Aram, n. 11-12, p. 475-84, 1999-2000.

CAMBRAIA, C. N. Livro de Isaac: edição e glossário (cód. alc. 461). 753 f. 2000. Tese (Doutorado em Filologia e Língua Portuguesa) − Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2000.

CAMBRAIA, C. N. Contributo ao estudo da tradição latina do «Livro de Isaac»: o cód. ALC 387 da Biblioteca Nacional de Lisboa. Scripta Philologica, Feira de Santana, v. 1, p. 1-10, 2005.

CAMBRAIA, C. N. Livro de Isaac (cód. 50-2-15 da BN): caminhos percorridos. Anais da Biblioteca Nacional, Rio de Janeiro, v. 133-134, p. 15-35, 2015.

CAMBRAIA, C. N.; AVELLAR, J. B. de C. Um ensaio de estemática: tradição ibero-românica da obra de Isaac de Nínive. Revista da ABRALIN, Curitiba, v. 16, p. 15-36, 2017.

CÂNDOLO, T. Desejo de Deus: as lágrimas e a representação do ideal monástico primitivo em hagiografias medievais portuguesas. 432 f. 2002. Tese (Doutorado em Teoria e História Literária) − Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade de Campinas, Campinas, 2002.

CHIALÀ, S. Dall’ascesi eremitica alla misericordia infinita: ricerche su Isaaco di Ninive e la sua fortuna. Firenze: Leo S. Olschki, 2002.

FRÄNKEL, H. Testo critico e critica del testo. 2. ed. ampl. Firenze: Le Monnier, 1983.

METZGER, B. M. The text of the new testament: its transmission, corruption, and restoration. 3. ed. enlarg. New York/Oxford: Oxford University Press, 1992.

PETSCHENIG, M. (Ed.). Iohannis Cassiani Conlationes XXIIII. Vindobonae [Wien]: C. Geroldi, 1886. (Corpus Scriptorum Ecclesiaticorum Latinorum, XIII)

REYNOLDS, L. D.; WILSON, N. G. Copistas y filólogos. 2. ed. Madrid: Gredos, 1995.

SILVA, V. B. da. A ascese nas conferências de João Cassiano: fundamento para um discipulado florescente. 178 f. 2014. Dissertação (Mestrado em Teologia) − Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia, 2014.

WENSINCK, A. J. (Tr.). Mystic treatises by Isaac of Nineveh. Wiesbaden: Martin Sändig oHG., 1969.

WEST, M. L. Crítica textual e técnica editorial aplicável a textos gregos e latinos. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2002.




DOI: https://doi.org/10.24277/classica.v31i2.704

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 César Nardelli Cambraia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 Classica está licenciada sob a Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional