Aspectos do dionisismo na Etruria: a perpetuação após a morte

Autores

  • Roseli Fellone Doutoranda do Departamento de Antropologia Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.24277/classica.v7i0.664

Palavras-chave:

Etruria, dionisismo, imagem, cultos, identidade, morte, matrimônio.

Resumo

O conjunto da documentação arqueológica etrusca demonstra o destaque dado ao culto de Dioniso em determinadas cidades etruscas bem como a aprovação oficial desses mesmos cultos professados também no âmbito doméstico. Particularmente no século IV a.C. encontramos uma série de vasos que associa elementos dionisíacos com elementos funerários, dando ênfase à condição privilegiada do/a morto/a iniciado/a no dionisismo. Várias outras imagens figuradas nos vasos etruscos do séc. IV a.C. ressaltam o papel exercido pela religião dionisíaca e pelo matrimônio no destino dos mortos, que através da religião e do casamento terão após a morte garantidas a reprodução e a perpetuação de sua história familiar e, por extensão, a história da cidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CAZANOVE, O. Plastique votive et imagerie dionysiaque: à propos de deux ex-voto de Vulci. Mélanges d'Archeologie et d'Histoire. École Française de Rome, v. 98, n. 1, p. 7-36, 1986.

CRISTOFANI, M.; MARTELLI, M. Fufluns Paxies. Sugli aspetti del culto di Bacco in Etruria. Studi Etruschi, serie III, v. XLVI, p. 199-133,1978.

MASSA-PAIRAULT, F. H. En quel sens parler de la romanisation du culte de Dyonisis en Étrurie. Mélanges d’Archeologie et d’Histoire. École Française de Rome, v. 99, n. 2, p. 573-594, 1984.

MASSA-PAIRAULT, F. H. Recherches sur l’art et l’artisanat etrusco-italique a l'epoque hellenistique. Rome. École Française de Rome, 1985.

Downloads

Publicado

1995-12-05

Como Citar

Fellone, R. (1995). Aspectos do dionisismo na Etruria: a perpetuação após a morte. Classica - Revista Brasileira De Estudos Clássicos, 7, 111–116. https://doi.org/10.24277/classica.v7i0.664

Edição

Seção

A Morte, os Mortos no Mundo Antigo