Quintiliano e a gramática antiga

Marcos Aurelio Pereira

Resumo


O trabalho comenta os "capítulos gramaticais" do primeiro livro da Institutio oratoria de Quintiliano, onde o autor trata das funções do mestre de Gramática e aponta a disciplina como auxiliar da Retórica na formação do antigo orador, sendo posterior sua independência como saber que visava à descrição ou sistematização autônoma de fenômenos da linguagem. Pretende-se focalizar o próprio conteúdo da obra de Quintiliano, cujo papel na história dos estudos posteriores sobre o tema costuma ser ignorado.


Palavras-chave


Institutio oratoria; Gramática; Retórica; Quintiliano.

Texto completo:

PDF

Referências


CÂMARA Jr., Joaquim M. História da lingüística. Trad. Maria do Amparo B. Azevedo. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 1983.

CARCOPINO, Jérôme. Roma no apogeu do império. Trad. Hildegard Feist. São Paulo: Companhia das Letras/Círculo do Livro, 1990.

CARPEAUX, Otto M. & NEVES, M. C. B. "Quintiliano". In: Enciclopédia Mirador Internacional. São Paulo/Rio de Janeiro: Encyclopaedia Britannica do Brasil, 1983. vol. 10, p. 9528.

DELLA CASA, Adriana. "La Grammatica". In: AA.VV. Introduzione a110 studio della cultura classica. Milano: Marzorati, 1987. vol. 2, p. 41-91.

KASTER, Robert A. "Islands in the stream: the grammarians of late antiquity". Historiographia Linguistica. Amsterdam/Philadelphia, vol. 3, n. 2l3, p. 323-432, 1986.

KENNEDY, George A. An estimate of Quintilian. American Journal of Philology. Baltimore, vol. 83, n. 2, p. 130-146, 1962.

LYONS, John. Introdução à lingüística teórica. Trad. Rosa V. M. Silva e Helio Pimentel. São Paulo: Nacional/EDUSP, 1979.

MARROU, Henri-I. Histoire de l'éducation dans l'antiquité. 3. ed. Paris: Seuil, 1955.

MATTOS E SILVA, Rosa V. Tradição gramatical e gramática tradicional. São Paulo: Contexto, 1989.

MOUNIN, Georges. História da lingüística: das origens ao século XX. Trad. F. J. Hopffer Rêgo. Porto: Despertar, [1970].

NEVES, Maria Helena de Moura. A vertente grega da gramática tradicional. São Paulo/ Brasilia: HUCITEC/UnB, 1987.

PARATORE, Ettore. História da literatura latina. Trad. Manuel Losa. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1987.

PEREIRA, Marcos A. De officio grammatici: os capítulos gramaticais da Institutio oratoria de Quintiliano e o papel do mestre de gramática. Dissertação de Mestrado. São Paulo: FFLCH-USP, 1997.

QUINTILIEN. Institution oratoire. Ed. Jean Cousin. Paris: Belles Lettres, 1975. 7 v.

ROBINS, Robert Henry. Pequena história da lingüística. Luiz M . M. de Barros. Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1983.

ROCHA PEREIRA, Maria Helena da. Estudos de história da cultura clássica. Vol. 11: Cultura Romana. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 1984.

VERSTEEGH, Kees. Latinitas, Hellenismos, Arabiyya. Historiographia Linguistica. Amsterdam/Philadelphia, vol. 3, n. 213, p. 425-448, 1986.




DOI: https://doi.org/10.24277/classica.v13i13/14.497

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Marcos Aurelio Pereira

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 Classica está licenciada sob a Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional