A piedade socrática segundo Gregory Vlastos

Autores

  • Guilherme Domingues da Motta Universidade Católica de Petrópolis

DOI:

https://doi.org/10.24277/classica.v28i2.368

Palavras-chave:

Platão, Gregory Vlastos, piedade socrática.

Resumo

O presente estudo tem por objetivo apresentar e discutir a abordagem que Gregory Vlastos faz da piedade socrática, uma abordagem que tem o mérito de extrair tanto do Eutífron quanto da Apologia de Sócrates de Platão as premissas fundamentais desse problema, para só então explorar as suas consequências. Estas consequências podem surpreender o leitor na medida em que revelam o caráter subversivo das concepções socráticas explícitas e implícitas nesses textos. A tese central de Vlastos, segundo a qual Sócrates promove uma racionalização do divino, fica bem fundamentada, apesar de haver certo “exagero” na maneira unilateral como ele faz derivar a concepção socrática sobre o divino da moralidade humana. A coragem com que expõe as premissas e consequências dos textos leva ainda o leitor a reconhecer em Platão um autor cuja honestidade intelectual e coragem são patentes. Fica claro que o filósofo não escamoteia as posições subversivas de Sócrates em matéria religiosa, assumindo o risco de prejudicar a defesa do mestre frente ao julgamento da posteridade. O que parece justificar esse risco é a disposição de assumir a defesa intelectual dessas posições mesmo em seu caráter subversivo, intenção que fica plenamente confirmada no restante de sua obra e, principalmente, na República.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Textos Antigos

PLATÃO. Critão – Menão – Hípias Maior e outros. Tradução de Carlos Aberto Nunes. 2. ed. revisada. Belém: Universidade Federal do Pará, 2007.

PLATO. Platonis Opera. Recognovit brevique adnotatione critica instruxit Ioannes Burnet. Oxford: Oxford University Press, 1903. (Col. Oxford Classical Texts).

XENOPHON. Memorabilia, Oeconomicus, Symposium, Apology. Translated by E. C. Marchant, and O. J. Todd. London: Harvard University Press, 1923. (Col. Loeb Classical Library, n. 168.)

Textos Modernos

BURNYEAT, M. F. The impiety of Socrates. In: BRICKHOUSE, T. C.; SMITH, N. (Ed.). The Trial and execution of Socrates: sources and controversies. New York: Oxford University Press, 2002. p. 133-144.

KAHN, C. H., Plato and the Socratic dialogue: The philosophical use of literary form. New York: Cambridge University Press, 1996.

KAHN, C. H. Vlastos’ Socrates. Phronesis, v. 37, p. 233-258, 1992.

McPHERRAN, M. L. Does Piety Pay? Socrates on Prayer and Sacrifice. In: BRICKHOUSE, T. C.; SMITH, N. (Ed.). The Trial and execution of Socrates: sources and controversies. New York: Oxford University Press, 2002. p. 162-189.

STONE, I. F., O Julgamento de Sócrates. Tradução de Paulo Henriques Britto. Apresentação de Sérgio Augusto. São Paulo: Companhia das Letras, 1988.

VLASTOS, G. Socrates, ironist and moral philosopher. Ithaca/New York: Cornell University Press, 1991. (Col. Cornell Studies in Classical Philosophy, v. 50.)

VLASTOS, G. Socratic Studies. New York: Cambridge University Press, 1994.

Downloads

Publicado

11-12-2015

Como Citar

Motta, G. D. da. (2015). A piedade socrática segundo Gregory Vlastos. Classica - Revista Brasileira De Estudos Clássicos, 28(2), 149–159. https://doi.org/10.24277/classica.v28i2.368

Edição

Seção

Dossiê Gregory Vlastos