Vlastos e a noção platônica de ser

Carolina Araújo

Resumo


Este artigo é sobre o significado de ser em Platão de acordo com Gregory Vlastos e suas consequências para a chamada teoria das ideias. Analisam-se aqui as premissas de sua interpretação do argumento do terceiro homem com o objetivo de discutir a teoria dos graus da realidade em relação ao problema da autopredicação. Neste contexto está implícita uma mudança na posição Vlastos, testemunhada sobretudo por sua posterior hipótese sobre a predicação paulina. Esta mudança revelaria – embora isso Vlastos nunca tenha aceitado – que Platão não se compromete com a autopredicação, o que exigiria uma reavaliação da teoria das ideias.

Palavras-chave


Platão; Vlastos; teoria das ideias; ontologia; autopredicação.

Texto completo:

PDF

Referências


Textos antigos

ARISTÓTELES. Metafísica. Edición trilingüe por Valentín García Yebra. Madrid: Gredos, 1990.

PLATO. Phaedo. Edited by C. J. Rowe. Cambridge: Cambridge University Press, 1993.

PLATO. Protagoras. Edited by Nicholas Denyer. Cambridge: Cambridge University Press, 2008.

PLATO. Symposium. Edited by Kenneth Dover. Cambridge: Cambridge University Press, 1980.

PLATO. Platonis Rempvblicam. Recognovit breviqve adnotatione critica instrvxit S. R. Slings. Oxford: Clarendon, 2003.

PLATO. Opera. Tomus I. Recognovit breviqve adnotatione critica instrvxit E. A. Duke, W. F. Hicken, W. S. M. Nicoll, D. B. Robinson et J. C. G. Strachan. Oxford: Clarendon, 1995.

PLATO. Opera. Recognovit breviqve adnotatione critica instrvxit Iohannes Burnet. [5 v.] Oxford: Clarendon, 1922.

Textos modernos

ALLEN, R. E. Participation and Predication in Plato’s Middle Dialogues. Philosophical Review, v. 69, p. 147-164, 1960.

BLUCK, R. S. Forms as Standards. Phronesis, v. 2, p. 115-127, 1957.

GEACH, P. T. The Third Man Again. Philosophical Review, v. 65, p. 72-82, 1956.

SELLARS, W. Vlastos and the Third Man. Philosophical Review, v. 64, p. 405-437, 1955.

STRANG, C. Plato and the Third Man. In: VLASTOS, G. Plato 1: Metaphysics and Epistemology. p. 184-200.

VLASTOS, G. The Third Man Argument in the Parmenides. Philosophical Review, v. 63, p. 319-349, 1954.

VLASTOS, G. Degrees of Reality. In: BAMBROUGH, R. (Ed.). New essays in Plato and Aristotle. London: Routledge & Kegan Paul, 1965. p. 1-19.

VLASTOS, G. The Unity of Virtues in the Protagoras. Review of Metaphysics, v. 25, p. 415-458, 1972.

VLASTOS, G. The Individual as Object of Love in Plato. In: VLASTOS, G. Platonic Studies. Princeton: Princeton University Press, 1973a. p. 3-42.

VLASTOS, G. A Metaphysical Paradox. In: VLASTOS, G. Platonic Studies. Princeton: Princeton University Press, 1973b. p. 43-57.

VLASTOS, G. Separation in Plato. Oxford Studies in Ancient Philosophy, v. 5, p. 187-196, 1987.

VLASTOS, G. Socrates: Ironist and Moral Philosopher. Ithaca: Cornell University Press, 1991.




DOI: https://doi.org/10.24277/classica.v28i2.366

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2016 Carolina Araújo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 Classica está licenciada sob a Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional