Suetônio, dos gramáticos

Marcos Martinho

Resumo


O Dos gramáticos de Suetônio divide-se em duas partes: na primeira, o autor narra a introdução, desenvolvimento, florescimento e declínio da gramática em Roma (1-4); na segunda, expõe a biografia de vinte professores de gramática, que ensinaram na Cidade entre o início do séc.  I a.C. e meados do século seguinte (5-24). Quanto à primeira parte, procuro mostrar que Suetônio adota conceitos fisicistas ou naturalistas para narrar a história da gramática em Roma, de modo que aquela se possa comparar à vida de um ser vivo. Assim, a exposição de Suetônio revela-se, na verdade, antes biográfica que historicista. Quanto à segunda parte, procuro mostrar que o Biógrafo se interessa por gramáticos que não só escreveram sobre sua arte no ócio, mas a ensinaram por ofício, isto é, por professores de gramática. Daí, seleciono e comento os elementos narrativos relacionados à docência, a saber: os métodos de ensino, o lugar de ensino, o número e qualidade dos alunos, os preços e honorários dos professores. Por fim, apresento tradução anotada do texto de Suetônio.


Palavras-chave


gramáticos latinos; história da gramática; biografia; Suetônio.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.24277/classica.v27i2.319

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2015 Marcos Martinho

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 Classica está licenciada sob a Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional