As Bucólicas de Virgílio e o epigrama 8.55 de Marcial: intertextualidade, mecenato e uma recusatio implícita

Robson Tadeu Cesila

Resumo


Este artigo analisa os fortes elementos intertextuais que relacionam o epigrama 55 do livro 8 de Marcial com as Bucólicas de Virgílio, especialmente as de número 1, 2 e 9. Incorporando esses elementos de forma e conteúdo trazidos dos poemas virgilianos, Marcial constrói, nesse habilidoso epigrama metapoético, uma “biografia” do poeta de Mântua muito útil na defesa da ideia da necessidade de apoio material aos escritores para o surgimento de grandes obras literárias; ao mesmo tempo, por meio de uma recusatio que fica implícita nos últimos versos do epigrama, Marcial aborda a questão dos gêneros poéticos e justifica, como em tantos outros passos de sua obra, a sua opção pela poesia ligeira.

Palavras-chave


Marcial; epigrama; Virgílio; Bucólicas; intertextualidade; mecenato; recusatio.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14195/2176-6436_24_8

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2013 Robson Tadeu Cesila

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 Classica está licenciada sob a Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional