Linguagem e gênero na literatura agrária latina: Catão, Varrão e Virgílio

Matheus Trevizam

Resumo


Neste trabalho faz-se uma análise comparativa do tipo de elaboração lingüística dado a dois temas relacionados à atividade agrária nas Geórgicas de Virgílio, no De agricultura catoniano e no De re rustica de Varrão de Reate (correta localização da colméia de abelhas e enxerto arbóreo). Espera-se demonstrar que as diferenças vinculadas ao plano lingüístico no tratamento desses temas por tais autores têm relação com o fato de cada uma das obras citadas pertencer a uma tipologia genérica específica (respectivamente, poesia didática, ‘tratado’ e diálogo), o que significa que se observa aqui a realização diversa da linguagem em cada caso (mais ou menos objetiva, mais ou menos elaborada, mais ou menos técnica...) como conseqüência das determinações constitutivas internas a cada gênero textual.

Palavras-chave


Literatura agrária latina; Gêneros textuais; Linguagem; Catão; Varrão; Virgílio.

Texto completo:

PDF

Referências


CODOÑER, C. El dialogo. In: ESTEFANÍA, D.; POCIÑA, A. (Org.). Géneros literarios romanos: aproximación a su estúdio. Madrid: Ediciones Clasicas, 1996. p. 80-81.

DALZELL, A. The criticism of didactic poetry: essays on Lucretius, Virgil and Ovid. Toronto; Buffalo; London: University of Toronto Press, 1996.

GAILLARD, J.; MARTIN, R. Les genres littéraires à Rome. Paris: Nathan, Scodel, 1992.

HOOPER, W. D. Cato. De agri cultura. Varro. De re rustica. London: Cambridge MA: Harvard University Press, 1936.

LEE, M. O. Virgil as Orpheus: a study of the “Georgics”. Albany: State University of New York Press, 1996.

MAROUZEAU, J. Traité de Stylistique latine. Paris: Les Belles Lettres, 1946.

NORDEN, E. La prosa d’arte antica. Edizione italiana a cura di Benedetta H. Campana. Roma: Salerno Editrice, s.d. Tomo I.

ROSS, D. O. Virgil’s elements: physics and poetry in the “Georgics”. Princeton; New Jersey: Princeton University Press, 1987.

SARAIVA, F. R. S. Novíssimo Dicionário Latino-Português. Rio de Janeiro; Belo Horizonte: Livraria Garnier, 1993.

THOMAS, R. F. Virgil. Georgics. Cambridge: University Press, 1994. 2 v.

TREVIZAM, M. A elegia erótica romana e a tradição didascálica como matrizes compositivas da Ars amatoria de Ovídio. 2003. Dissertacao (Mestrado) - IEL-UNICAMP, Campinas, 2003.

VOLK, K. The poetics of Latin didactic: Lucretius, Vergil, Ovid and Manilius. Oxford: Oxford University Press, 2002.

YON, Albert. Cicéron. L’Orateur. Du meilleur genre d’orateurs. Paris: Les Belles Lettres, 1964.




DOI: https://doi.org/10.24277/classica.v20i1.130

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2013 Matheus Trevizam

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 Classica está licenciada sob a Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional