O grotesco no Satíricon, de Petrônio

Cláudio Aquati

Resumo


Este trabalho faz considerações acerca da intervenção da estética do grotesco literário na gênese do Satíricon. O grotesco, com chocantes e exageradas alterações de ordens e proporções representa um rompimento com valores estabelecidos (sociais, morais, estéticos) e desa?a os conceitos da lógica e da racionalidade para auxiliar o Satíricon na abordagem instigante e intrigante da nova realidade com que se depara a sociedade romana. Abre-se caminho para veri?car e interpretar no Satíricon os elementos que satisfaçam a um primeiro modelo de grotesco literário, na tentativa de detectar sua formulação, seu modo de conjugação e as implicações na interpretação da obra.

Palavras-chave


Petronius; Petrônio; Satyricon; Satíricon; Grotesco; Sátira menipéia; Carnavalização.

Texto completo:

PDF

Referências


AQUATI, C. Petrônio: ‘Cena Trimalcionis’, estudo e tradução. 1991. Dissertação (Mestrado) –Universidade São Paulo, FFLCH, São Paulo, 1991.

ATAÍDE, V. A natureza do humos: greotesco e carnaval. Leitura, v 5-6, p. 80-101, 1989-1990.

CAMERON, A. M. Myth and meaning in Petronius: some modernes comparisons. Latomus, v. 29, n. 2, p. 397-425, 1970.

CAMPUZANO, L. Las ideas literarias en el Satyricon. Havana: Letras Cubanas, 1984.

ERNOUT, A. Pétrone – Le Satiricon. Paris: Les Belles Lettres, 1950.

KAYSER-LENOIR, C. El grotesco criollo: estilo teatral de una época. La Habana: Casa de las Americas, 1977.

MARTIN, R.; GAILLARD, J. Les genres littéraires à Rome. Paris: Nathan-Scodel, 1993.

PETERLINI, A. A. A tristeza carnavalesca do ‘Satyricon’. Textos de cultura clássica, Rio de Janeiro: SBEC, n. 17, p. 19-28, 1994.

PROPP, V. Comicidade e Riso. São Paulo: Ática, 1992.

RABAZA, B. et. al. ‘Cena Trimalchionis’: la identidad ficcional del liberto. Araraquara: SBEC, 1992. (mimeogr.).

SCHMELING, G. (Org.). The novel in the ancient world. Leiden: E. J. Brill, 1996.

SCHMELING, G. Petronius: Satirist, Moralist, Epicurean, Artist. The Classical Bulletin, Saint Louis, v. 45, n. 2, p. 49-64, 1969.

SCHMELING, G. The exclusus amator motif in Petronius. Fons perennis. Saggi critici di filologia classica raccolti in onore del Prof. Vittorio D’Agostino. Torino: Baccola & Gili, 1971. p. 333-357.

STALLYBRASS, P.; WHITE, A. The politics and poetics of transgression. Ithaca: Cornell University Press, 1986.

SULLIVAN, J. P. The Satyricon of Petronius – A literary study. Londres: Faber and Faber, 1968.

TORRES-ROBLES, C. Grotesque humor in Virgilio Piñera's short stories. Humor, v. 5-4, p. 397-422, 1992.

VEYNE, P. A elegia erótica romana. São Paulo: Brasiliense, 1985.

WALSH, P. G. The Roman novel. Cambridge: University of Cambridge, 1970.


Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2013 Cláudio Aquati

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 Classica está licenciada sob a Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional