Declamation and Philosophy

Michael Winterbottom

Resumo


Cícero estava ansioso para promover uma reconciliação entre a oratória e a filosofia que, pensava ele, estavam separadas uma da outra desde os tempos de Platão. Ele imaginava que um orador deveria ser capaz de falar sobre questões abstratas e de mover-se livremente entre o geral e o particular, e que o treinamento na oratória deveria ter alguma fundamentação na filosofia. Este ensaio argumenta que a educação retórica que floresceu depois de Platão levou esses pontos em consideração, e que na Segunda Sofística, como na Primeira, era possível a um único homem ser orador e também filósofo.


Palavras-chave


Educação; Declamação; Cícero; Filostrato; Primeira Sofística; Segunda Sofística.

Texto completo:

PDF (English)

Referências


MAY, James M. (Ed.). Brill's Companion to Cicero: Oratory and Rhetoric. Leiden: Brill, 2002. (Brill's Companions in Classical Studies)




DOI: https://doi.org/10.24277/classica.v19i1.105

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2013 Michael Winterbottom

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 Classica está licenciada sob a Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional