[1]
C. L. M. Paes, “Górgias: o ser e a linguagem”, Classica, p. 41–47, dez. 1992.