[1]
G. G. da Costa, “O trágico entre o conceito e a ação dramática: alcance e hesitações da filosofia do trágico”, Classica, vol. 26, nº 1, p. 101–115, jun. 2013.