[1]
F. Santoro, “Raptos de Europa: para uma percepção imagética da passagem do mito ao lógos”, Classica, vol. 13, nº 13/14, p. 109–121, dez. 2001.